Regiões Vinícolas

Regiões vinícolas da Alemanha: um solo rico que produz preciosidades

Na Alemanha, as uvas têm propriedades especiais. Nos solos ricos das 13 regiões produtoras, as castas nobres sentem-se em casa, deste o adstringente Riesling até o floral Spätburgunder. Influenciadas pelo clima, as uvas crescem tipicamente leves e frutadas, cheias de encanto, charme e caráter.

Região vinícola Pfalz: mais Riesling, impossível

A região vinícola do Palatinado, denominada oficialmente de Pfalz, pode ser descoberta da melhor maneira pela Deutschen Weinstraße . Essa rota turística de vinhos, a mais antiga do gênero no mundo, liga diversas cidades produtores de vinho, de Bockenheim, ao norte, a Schweigen, na fronteira com a França.

A Rad- und der Wanderweg Deutsche Weinstraße permite conhecer de maneira agradável a região vinícola entre a floresta Pfälzerwald e o Reno, seja a pé ou de bicicleta.

A região vinícola Mosel: os mais finos Rieslings

Os rios Mosela, Sarre e Ruwer deslizam por curvas estreitas e tortuosas através de um território no qual os celtas e os romanos já cultivavam vinho 2.000 anos atrás. A região do Mosela, que leva a denominação alemã Mosel, é a mais antiga região vinícola da Alemanha e a maior região de cultivo de vinho em encostas. As encostas e terraços voltados para o sul ou sudoeste proporcionam um microclima excelente para as uvas, como também para plantas e animais raros. Por isso, os vinhos minerais e elegantes do Riesling das encostas, produzidos na região do Mosela, Sarre e Ruwer, estão entre os melhores vinhos brancos do mundo.